Câmara Municipal de Chapecó planeja investimentos em acessibilidade

Câmara Municipal de Chapecó planeja investimentos em acessibilidade

5 de abril de 2018 Off Por Chapecó



  • Chapecó, 04/04/2018 – Promover a inclusão, através de iniciativas que proporcionem à pessoa com deficiência, a possibilidade de desfrutar de uma vida plena e sem obstáculos, é um dever dos agentes públicos, sobretudo, no que diz respeito à estrutura dos prédios públicos e do acesso à informação.

    No Brasil, leis e decretos regulamentam a promoção da acessibilidade e também a prioridade de atendimento para esses cidadãos. Buscando a total adequação à legislação vigente no país, o Poder Legislativo de Chapecó vêm promovendo melhorias em sua infraestrutura.

    O presidente, Itamar Agnoletto (PSDB), explica que, a partir de uma visita de membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMDE), foram debatidas ações para melhorar a acessibilidade do Legislativo. “Recebemos a sugestão dos conselheiros para realizar melhorias. Daremos início ao projeto de instalação de rampa no plenário, além de otimizarmos a circulação no espaço voltado para o público que acompanha as sessões, acredito que no segundo semestre teremos finalizado”, explica o presidente.

    Melhorias na transmissão das sessões

    Outro ponto de destaque que está sendo encaminhado pelo Legislativo, é a inclusão de profissional intérprete de libras durante as sessões e demais eventos promovidos pela Casa.

    Essa melhoria também poderá ser apreciada pelos chapecoenses que acompanham a sessão pela internet. “O setor administrativo da Câmara também está avaliando a melhor alternativa para que as sessões sejam transmitidas em melhor qualidade, queremos que a população possa acompanhar com mais clareza o que é discutido pelos parlamentares”, assinala Agnoletto.

    Novo site mais acessível

    Um novo site, mais acessível, também está sendo encaminhado pelo Poder Legislativo. No novo projeto, o chapecoense com dificuldades de visão, poderá selecionar opções de fontes maiores e acesso mais intuitivo ao conteúdo informativo.

    Para o presidente da Casa, essas melhorias são um direito do cidadão com deficiência. “Faremos todo o possível para nos adequarmos à legislação vigente e às necessidades desses cidadãos. Acompanhar os debates e iniciativas do Poder Legislativo é um direito de todos, queremos garantir o acesso para concretizar esse direito”, finaliza.