Leveza e significado marcam composição da decoração na Suíte Masculina da Decorare 2019

Leveza e significado marcam composição da decoração na Suíte Masculina da Decorare 2019

8 de novembro de 2019 Off Por Luana Zanandrea



  • Ambiente projetado pelos arquitetos Lia Herrmann e Mateus Spricigo demonstra a força do homem e cultiva as culturas e tradições de Chapecó nos detalhes

    Um espaço funcional, estiloso e aconchegante. Esse é o resumo da Suíte Masculina da Decorare 2019, projetada pelos arquitetos Lia Herrmann e Mateus Spricigo. O ambiente foi criado pensando na persona de um jovem solteiro, bastante atarefado e de personalidade forte, que utiliza o espaço para descansar, ver TV, estudar e relaxar, um perfil bem atual do homem moderno que habita em Chapecó.

    Para combinar com essa personalidade e seguindo o estilo de decoração dos arquitetos, a escolha dos objetos soltos de decoração foi feita de forma seletiva e pontual. “Sempre tratamos as peças soltas como elementos pontuais de destaque. É uma linha tanto minha quanto do Mateus: trabalhar uma arquitetura mais limpa, livre do excessos de adornos”, destaca a arquiteta.

    Seguindo essa linha, os objetos escolhidos foram quadros desenhados à mão livre, em estilo croqui, plantas verdes e algumas peças com referência mística, como faces e esculturas, itens indígenas e africanos, que compõem o espaço com leveza e são bem distribuídos. “Acreditamos que a decoração é algo que o cliente irá compor com itens que traz de viagem, porta-retratos, peças que fazem sentido para quem mora no espaço. Essas peças são história, que o cliente vai preenchendo ao longo do tempo”, ressalta Lia.

    Mateus destaca também a escolha das cores do dormitório, pensadas para criar um contraste. “Até mesmo a roupa de cama foi pensada nesse sentido: como temos um ambiente mais escuro, escolhemos itens claros, para dar equilíbrio e destaque pelo contraste”, conta.

    *ESPAÇO PARA SER VIVIDO*

    Mateus comenta ainda que a ideia da composição é baseada em um ar despojado. “Pensamos em um lance de ser um tanto ‘jogado’, por isso a guitarra está em um canto, o violão no outro, não está tudo organizadinho”. É possível observar esse conceito em pequenos detalhes, como uma camisa pendurada na cadeira de estudos e a cama um tanto desarrumada. “Criamos o ambiente de uma pessoa com a personalidade de uma rotina agitada, que não tem tempo para deixar a casa extremamente arrumada”, argumenta.

    Outro destaque da decoração é que ela também acompanha a funcionalidade do espaço. “São itens escolhidos para compor, mas que também têm utilidade”, explica. Alguns dos exemplos são as malas, as taças e o porta-livros, com design diferenciado e que cumprem uma função a mais no ambiente.

    Um grande destaque na composição é a iluminação, que fica totalmente a cargo de arandelas e luminárias de apoio e piso, de estilo minimalista. Estas estão, em sua maioria posicionadas em locais direcionados para os objetos de decoração, criando pontos de destaque exatamente onde as peças estão colocadas.