Chapecó está em situação de emergência

Chapecó está em situação de emergência

19 de dezembro de 2015 Off Por Chapecó



  • O Prefeito de Chapecó Luciano Buligon decretou nesta tarde (19-12) situação de emergência em função dos estragos provocados pelo temporal com vento forte que atingiu, principalmente, a área urbana, no fim da tarde desta sexta-feira (18). As equipes de governo estão mobilizadas desde o momento da intempérie, orientadas pelo Prefeito que esteve visitando os pontos mais atingidos. A intensidade do vento chegou a 120 kmh na região do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso. Pelo menos 500 famílias foram atingidas. O prejuízo inicial passa de R$ 4 milhões.
    Serviços Urbanos e Infraestrutura – Instalou Central de Emergência – 3319-3600. Registrou grande prejuízo na vegetação e no patrimônio público. Mais de 100 árvores foram arrancadas ou quebradas em vias, canteiros centrais, passeios públicos e parques. A prioridade é remover o que caiu e fazer a limpeza para dar segurança e mobilidade aos pedestres, motoristas e usuários dos espaços públicos. A Secretaria trabalha com 49 pessoas, divididas em cinco equipes, e com toda a estrutura de máquinas. O trabalho de remoção e destino dos materiais deve durar pelo menos um mês.
    Espécies prejudicadas: Guapuruvu, Tipuana, Jacarandá-Mimoso, Jambolão, Sibipiruna.
    Atenção: Ecoparque fechado até que a situação seja normalizada e possa oferecer segurança. Mais de 20 árvores caíram no local. Assim que o tempo melhorar os técnicos poderão fazer uma análise para precisar quanto tempo o espaço ficará isolado.
    Além das árvores, também foram arrancadas placas de sinalização viária, localização de ruas e de orientação turística. O trabalho de recuperação desses materiais já está sendo realizado. Estruturas do calçadão e da decoração natalina na praça central e nos super postes também foram danificadas.
    Corpo de Bombeiros – Até as 21h30 (18-12), 43 bombeiros militares envolvidos no atendimento. 466 famílias auxiliadas com lonas. 4.300 metros de lona distribuídos. 27 árvores retiradas de cima de veículos, fiação e vias públicas. Defesa Civil auxilia no trabalho e na distribuição das lonas. A solicitação de lona deve ser feita junto ao Corpo de Bombeiros.
    Assistência Social – Plantão na Central de Resgate Social – Fone à disposição: 8401-4490. Cadastro para o recebimento de telhas será autorizado somente após o tempo melhorar, já que os bombeiros orientam para que as pessoas não subam no telhado para consertos neste momento.
    Energia Elétrica: Celesc trabalha com equipes de toda a região para restabelecer o fornecimento de energia elétrica para 100% dos consumidores até o final da tarde deste sábado. No momento, 2.500 unidades ainda estão sem luz em Chapecó.
    Logo após o vendaval: 85% do município ficou sem energia elétrica. Formação de equipes de emergência para recuperação. Parte da rede foi desligada preventivamente. Comunicações: telefone, sinal de TV, rádio e internet, comprometidos. Sinal da Rádio Chapecó AM 1330 foi normalizado. Previsão para restabelecer o sinal da Super Condá 610 é o final da tarde.
    Defesa do Cidadão – Acompanha equipe de apoio da empresa responsável pelos semáforos no trabalho de restabelecimento de 12 equipamentos. Alguns serão substituídos. Vigias, guardas municipais e agentes de trânsito mobilizados.
    Saúde: Nas Unidades de Saúde todos os atendimentos estão normais. Dados os encaminhamentos na Unidade Norte e UPA que registraram danos. As vacinas foram transferidas para a Central de Vacinas, junto à Secretaria Municipal de Saúde, até que a energia elétrica seja restabelecida por completo em todo o território municipal.
    HRO – atendimento normal, exceto nas áreas da ressonância e tomografia. Para esses exames pacientes são levados ao Hospital da Unimed, e depois retornam ao HRO.
    Hospital da Criança (HC) – atendimento normal.
    Educação: Escolas e ginásios destelhados. As unidades escolares do São Cristóvão, Líder e Passo dos Fortes foram as mais afetadas. Árvores caíram na Chapecó Criança, no Ceim Aquarela, EBM Florestan Fernandes e Santa Luzia.

    Prefeitura de Chapecó