Chapecoense define percentual indenizatório para familiares e sobreviventes

Chapecoense define percentual indenizatório para familiares e sobreviventes

2 de dezembro de 2017 Off Por Chapecó



  • No dia 29 de novembro de 2017, a Chapecoense ajuizou perante a 4ª Vara Cível da Comarca de Chapecó, uma ação indenizatória contra a Bisa Seguradora e Organismos do Governo Boliviano. Pela medida judicial, o Clube requer a condenação e o pagamento das indenizações decorrentes dos danos causados pelo acidente aéreo ocorrido em 29 de novembro de 2016. Informações detalhadas foram enviadas aos familiares das vítimas, associações de familiares e ao público em geral na reunião do Conselho Gestor da Chapecoense, realizada ontem.

    Em nota, o Clube definiu o percentual indenizatório para familiares e sobreviventes, caso tenha sucesso na ação. Acompanhe a nota na íntegra:

    O Conselho Gestor da Associação Chapecoense de Futebol realizou, na tarde de hoje (1º), reunião para deliberar sobre o percentual a ser doado às famílias das 64 vítimas brasileiras e 4 sobreviventes brasileiros, em caso de êxito na ação indenizatória proposta contra a Bisa Seguradora e Organismos do governo Boliviano. Ficou estabelecido que o percentual será de 40%, deduzidas as despesas com a contratação de advogados, honorários de tradução juramentada e demais estipêndios judiciais.

    O percentual que a Chapecoense pretende repassar aos familiares a título de ajuda humanitária, se refere a valores que por ela estão sendo pleiteados. Portanto, partilhará a própria indenização.

    Ata assinada pelo Conselho da Chapecoense (Divulgação ACF)

    Fonte: ClicRDC