URGENTE – Operação luzes de natal GAECO cumpre mandados de busca e apreensão em Chapecó

URGENTE – Operação luzes de natal GAECO cumpre mandados de busca e apreensão em Chapecó

30 de julho de 2018 Off Por Editor



  • A unidade de Chapecó do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) deflagrou a operação Luzes de Natal, cumprindo na manhã desta segunda-feira (30/7) quatro mandados de busca e apreensão, em apoio à investigação conduzida pela 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó.

    Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Departamento de Decoração Natalina da Prefeitura Municipal de Chapecó, em uma empresa situada em Frederico Westphalen/RS e mais duas residências.

    Estão sendo apurados fraude à licitação e superfaturamento na obra natalina conhecida como Rua Dançante, instalada na Rua Marechal Floriano Peixoto em frente a Catedral Santo Antônio, contratada pelo valor de R$ 307.710,00, e que acabou desabando no dia 17/12/2017.

    A operação Luzes de Natal é resultado de uma investigação iniciada em janeiro deste ano, em razão de denúncia que relatou o envolvimento de três servidores públicos do Município de Chapecó no direcionamento e superfaturamento dessa licitação.

    Além disso, a medida cautelar de busca e apreensão visa colher elementos para investigação de outros possíveis crimes, como falsidade ideológica e peculato.

    GAECO

    O GAECO é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina, pela Polícia Militar, pela Polícia Civil, pela Polícia Rodoviária Federal e pela Secretaria Estadual da Fazenda.

    Informações: Ministério Público de Santa Catarina

     

    ATUALIZAÇÃO…

    Prefeitura emite nota referente a operação da GAECO sobre Luzes de Natal.
    Segue a nota:
    NOTA À IMPRENSA
    Ref.: Operação Luzes de Natal
    Chapecó, 30/07/2018 – segunda-feira – A Administração Municipal informa que abrirá um procedimento administrativo para apuração dos fatos.
    Além disso, todas as atribuições do Departamento de Decoração Natalina do Município estão suspensas até a conclusão das investigações internas e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO).