PM prende homem por porte ilegal arma de fogo na vila Mantelli

PM prende homem por porte ilegal arma de fogo na vila Mantelli

14 de agosto de 2018 Off Por Editor



  • Hoje (14) por volta das 15hs12min na Vila Mantelli na rua Ernesto Braun no bairro Engenho Braun, guarnição do tático da PM após uma denúncia, onde teria um homem armado dentro de um veículo, fez a abordagem e localizou arma de fogo juntamente com drogas e um celular.

    Após averiguação constatou que o homem de 31 anos está em prisão de albergue não recolhido, com várias passagens pela polícia militar.

    Em busca pessoal, encontrado com ele um revólver calibre .38 municiado e com numeração de série suprimida.

    Sendo assim, o suspeito e a arma foram conduzidos à Central de Plantão Policial para as providências cabíveis.

    Atualização…

    Com grande histórico policial ele estava em prisão de albergue sem recolhimento (cumpria pena em liberdade).

    Uma Guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) do 2º Batalhão de Polícia Militar/Fronteira (2ºBPM/Fron) em patrulhamento pela região, desconfiou do condutor de um veículo Renault Clio, tendo informações que levavam à fundada suspeita de estar portando arma de fogo ilegal, sendo então realizada a abordagem.

    Foi realizada uma revista pessoal, mas nada de ilícito foi encontrado, porém embaixo do banco do motorista foi localizado um revólver calibre .38, marca Rossi, com cinco munições intactas, sem numeração aparente; já e no porta luvas foi encontrado um torrão de maconha pesando 64 gramas.

    O condutor abordado foi identificado como um homem de 31 anos com passagens por ROUBO, furto, receptação, porte ilegal de arma de fogo, ameaça contra mulher e lesão corporal, ele também estava em regime de PRISÃO DE ALBERGUE SEM RECOLHIMENTO a menos de 15 dias (estava cumprindo pena em liberdade desde o dia 01 de agosto de 2018).

    Não tendo como negar, ele assumiu a propriedade da arma e da droga, foi preso em flagrante e conduzido à Central de Plantão Policial (CPP) de Chapecó, para os procedimentos cabíveis, onde ficou preso à disposição da justiça.

    Foto Eduardo Grassi