Síndrome do Olho Seco afeta mais de 10% dos brasileiros

Síndrome do Olho Seco afeta mais de 10% dos brasileiros

8 de outubro de 2019 Off Por Luana Zanandrea



  • Além do colorido das flores e um leve aumento da temperatura, a primavera traz consigo também as alergias oculares e a síndrome do olho seco. O clima seco, ensolarado e com vento, a poluição ou a contaminação ambiental, lugares fechados, calefação, ar condicionado e uso prolongado de computador podem aumentar a evaporação e causar olho seco.

    De acordo com o oftalmologista Dr. Fernando Bonfante, o olho seco é um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam na umidade e lubrificação inadequadas do olho. “Isso ocorre por baixa produção de lágrimas ou por má qualidade do filme lacrimal. Existem diferentes causas que podem resultar em olho seco”, explica.

    A estimativa, no Brasil, é de que 12% da população possui a síndrome do olho seco. Os sintomas são sensação arenosa e/ou de um corpo estranho; ardor ou queimação; aspereza ao piscar os olhos; sensibilidade à luz; visão de halos coloridos e olhos lacrimejantes. “Se não for tratado corretamente pode causar cicatrizes ou inflamação na córnea, inviabilizar o uso de lente de contato, agravar o ceratocone, predispor à blefarite (uma inflamação nas pálpebras), a conjuntivite viral e à alérgica, dentre outros”, alerta.

    O especialista explica que doença tem tratamento e um dos mais avançados é o Etherea. Por meio de uma nova tecnologia, o sistema emite uma luz pulsada regulada especificamente para região dos olhos que não causa comprometimento ao globo ocular. “É aplicado na proximidade das pálpebras, essa luz estimula as glândulas que produzem a camada lipídica da lágrima, melhorando sua qualidade. Após apenas três sessões, com poucos minutos de duração cada, o paciente percebe uma diminuição duradoura nos sintomas de olho seco”, enfatiza.

    Contudo, a prevenção ainda é a melhor escolha. “Evitar direcionar o ventilador ou ar condicionado diretamente ao rosto; usar óculos de sol ou de proteção em dias com muito vento; periodicamente; descansar os olhos durante trabalhos prolongados, especialmente ao computador, fechando os olhos por uns 2 minutinhos, depois olhando para algo distante enquanto pisca repetidamente, e então retornando à atividade; essas são algumas dicas para evitar a Síndrome do Olho Seco”, finaliza.

    Fotos: Divulgação

    O oftalmologista Dr. Fernando Bonfante, da Clínica de Olhos Dr. Delso Bonfante, utilizando o Etherea para diagnosticar a Síndrome do Olho Seco