Dia do Artesão é celebrado com palestra em Chapecó

Dia do Artesão é celebrado com palestra em Chapecó

21 de março de 2017 Off Por Chapecó



  • No último domingo, dia 19 de março foi celebrado o Dia do Artesão. Para marcar a data, a Administração Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social realizou um evento comemorativo nesta segunda-feira (20) no auditório da Prefeitura. Para o Programa de Artesanato Brasileiro – PAB, a classificação do produto artesanal está definida “conforme a origem, natureza de criação e de produção do artesanato e expressa os valores decorrentes dos modos de produção, das peculiaridades de quem produz e do que o produto potencialmente representa. A classificação do artesanato também determina os valores históricos e culturais do artesanato no tempo e no espaço onde é produzido”.

    O evento contou com a palestra “Eu escolhi ser feliz. E você? Seja autor da própria história”, com Gisely Niedermayer. A palestra instiga os participantes a adotarem atitudes diárias para ser feliz, por meio da história de vida da própria palestrante. Gisely reforçou a importância do trabalho em equipe, da inclusão social, o respeito mútuo e a autovalorização pessoal e profissional.

    O Artesanato em Chapecó

    De acordo com a Secretaria de Assistência Social de Chapecó, Ulda Baldissera, atualmente estão cadastrados junto a Secretaria de Assistência Social 337 artesãos: 204 artesãos individuais, 47 artesãos indígenas e 09 associações (86 artesãos associados). Eles são acompanhados pela Administração Municipal através do Projeto Artesanato na Palma da Mão que iniciou em 2013 para atender artesãos individuais, artesãos vinculados à associação e artesãos indígenas. Segundo Ulda, “o objetivo do programa é organizar e capacitar grupos de artesãos no município, para confecção de produtos destinados ao mercado consumidor como fonte de renda e para melhoria de vida dos participantes envolvidos, com foco no artesanato que resgata a identidade local”.

    Ulda comenta ainda que em 2014 houve uma reestruturação na Lei Municipal n° 6.564, adequando ela para a realidade dos artesãos Chapecoenses, bem como ao Programa de Artesanato Brasileiro- PAB desenvolvido pelo Governo Federal, o que permitiu aos Artesãos, cadastrados na Secretaria de Assistência Social a inscrição no Cadastro Nacional de Artesão, ampliando as oportunidades de comercialização e capacitação em nível nacional.

    Este profissional tem como espaço para comercialização de seus produtos o Centro Público de Economia Solidária, Aeroporto Municipal e Calçadão (Rua Benjamin Constant, entre Avenida Getúlio Vargas e Nereu Ramos). Além destes espaços, são organizados feiras de artesanato, oficinas de qualificação, bem como participação em eventos promovidos no município.

    Entre os meses de Maio e Junho de cada ano, é realizado o cadastramento e recadastramento de artesãos, pela equipe da SEASC, Gerencia de Renda e Cidadania. Os artesãos interessados em realizar o cadastro municipal de artesão devem procurar a SEASC localizada na Rua Índio Condá, nº 411E, Centro, ou entrar em contato pelo telefone 49 3319-1200, para obter maiores informações.