Artes Visuais: confira a agenda de exposições gratuitas

Artes Visuais: confira a agenda de exposições gratuitas

9 de junho de 2017 Off Por Chapecó



  • Exposições de artes visuais marcam as ações culturais em Chapecó. Cinco mostras, em espaços municipais, estão disponíveis à comunidade de maneira gratuita.

    Galeria Municipal de Arte Dalme Rauen

     

    Na Galeria Municipal de Arte Dalme Marie Grando Rauen, na Praça Coronel Bertaso, o artista Audrian Cassanelli traz suas recordações da infância e da sua primeira casa. Intitulada “1378: o homem que não conseguia esquecer”, aborda as memórias afetivas, fotos e lembranças, que lembram não somente a casa do artista, mas a de cada apreciador que confere o trabalho exposto.

    Os visitantes irão encontrar objetos, fotografias, trabalhos com bordado e uma obra composta por mais de 1 mil fotos 3×4. De acordo com Audrian, as obras vêm sendo construídas ao longo de sua vida. “Este trabalho vem sendo construído há anos. Eu tenho uma relação muito forte com a casa e suas memórias, sejam momentos ou objetos”, conta. O trabalho, contemplado pelo edital de exposições 2017, ficará disponível para apreciação até o dia 1º de julho.

     

    Museu de História e Arte

    No Museu de História e Arte Antônio Selistre de Campos, duas exposições marcam as galerias temporárias. ”Guerra do Contestado: 100 Anos de Memórias e Narrativas”, retrata episódios da história catarinense que colocou em evidência, pela primeira vez no Brasil, temas fundamentais do mundo contemporâneo, tais como ecologia, liberdade religiosa, posse de terra e contestação de relações sociais. A exposição é uma versão itinerante, constituída por módulos que traz a mesma arte e o mesmo conteúdo da exposição aberta no Museu Histórico de Santa Catarina, no Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis. O trabalho tem a curadoria do pesquisador Fernando Romero. Para estruturar a mostra, técnicos participaram de diversos estudos junto a sítios históricos, buscando subsídios para a construção das temáticas. O trabalho pode ser visitado até o dia 20 de junho.

    No mesmo espaço a Exposição “Evidentemente com a Chapecoense”, marcada para finalizar em abril, teve sua programação estendida pela procura da comunidade. Nas paredes do Museu é possível acompanhar a trajetória da Associação Chapecoense de Futebol documentada através da fotografia. Os primeiros títulos ainda na década de 70, a construção do time, registros de jogos clássicos, os aspectos da Arena Condá, e principalmente a trajetória da Associação desde os primeiros passos quando ainda era o Independente Futebol Clube. As fotos, na maioria em preto e branco, fazem uma viagem no tempo, mostram a luta da Chapecoense para chegar a série A do Campeonato Brasileiro até a atualidade, com a equipe que marcou a ascensão do time em 2016. A exposição apresenta ainda camisas oficiais, bandeira e símbolo do time. Estas exposições, que acontecem na Galeria Dalme Rauen e no Museu de História e Arte, podem ser conferidas de segunda a sexta-feira das 9h às12h e das 13h às 16h. Aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 17h.

     

    Galeria Municipal de Arte do Centro de Eventos

    Desde o dia 2 de junho a Galeria Municipal de Arte do Centro de Cultura e Eventos recebe a Exposição “Exprimível do Vazio” da artista Juliana Hoffamann. Chapecó foi a primeira cidade a receber o trabalho que passará ainda por Florianópólis, Jaraguá do Sul e Joinville, por meio do Circuito Propagações do Sesc. Nas obras a artista foge das telas, pinturas, fotografias e imagens postas para transitar entre composições que partem de livros corroídos e transformados pelo tempo. O espaço pode ser visitado de segunda a sexta-feira das 9h às 12h e das 13h às 16h.

     

    Escola de Artes

    Na Escola de Artes, a Exposição “Do croqui ao digital”, do artista Luiz Henrique Miranda, proporciona aos visitantes o contato com a produção de croquis e sua importância para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dentro da linguagem visual. O trabalho traz inúmeros esboços e estudos de personagens em geral, até a sua finalização dentro da arte digital. A exposição integra a Maratona Visual, promovida pela Escola, que iniciou no dia 26 de maio e prossegue até 18 agosto com inúmeras atrações dentro desta linguagem.

    Ainda na Escola é possível conferir a Galeria Acervo, um espaço aberto neste ano que conta com as produções dos alunos da instituição. A ideia foi mostrar esses trabalhos à comunidade e valorizar as produções locais. Os dois espaços podem ser conferidos de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h30.

    Para todos os espaços é possível fazer agendamento de escolas para visita mediada, pelo telefone 3321 8509, no Museu de História e Arte, pelo e-mail [email protected] ou na Escola de Artes pelo número 3328 6068.